Laboratório de Pedometria Tem Três Novos Membros

O Brasil acabou de sediar o 21st World Congress of Soil Science ( 21WCSS), realizado na cidade do Rio de Janeiro. Durante o evento, a comunidade internacional de cientistas do solo conheceu o Repositório Brasileiro Livre para Dados Abertos do Solo, FEBR, o resultado da colaboração de 54 pesquisadores, a maioria deles brasileiros. Passadas algumas semanas, a equipe do FEBR ganha três novos membros. Vamos conhecer um pouco sobre cada um eles?

O primeiro deles é Matheus Ferreira Ramos, aluno do curso de Bacharelado em Ciência da Computação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – câmpus Santa Helena ( UTFPR-SH). Matheus atua na área de extensão no FEBR, recebendo bolsa do Programa Institucional de Apoio à Inclusão Social, Pesquisa e Extensão Universitária ( PIBIS) da Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná. Dentre as tarefas descritas em seu plano de trabalho estão o suporte aos colaboradores de instituições parceiras, a divulgação e popularização do FEBR, o desenvolvimento de funcionalidades de facilitação de acesso, e a condução de atividades educativas com a comunidade de Santa Helena e região.

O segundo membro é Mikael Messias, também aluno da UTFPR-SH no curso de Bacharelado em Ciência da Computação. Mikael atua na área de pesquisa no FEBR, com bolsa do Programa de Bolsas de Iniciação Científica ( PIBIC) financiada também pela Fundação Araucária. No FEBR, Mikael é responsável pela revisão e avaliação da qualidade dos dados do solo da região Sul do Brasil – com ênfase no estado do Paraná – já publicados no FEBR. Seu plano de trabalho inclui ainda a compilação de novos conjuntos de dados para preenchimento das áreas com poucos dados no FEBR.

Finalmente, o terceiro mais novo membro da equipe do FEBR, Rander Carneiro, trabalha com os conjuntos de dados da região Sudeste do Brasil. Seu plano de trabalho inclui, além da revisão e avaliação de qualidade dos dados do solo, a recuperação de coordenadas espaciais para uso dos dados do FEBR em projetos de mapeamento digital do solo. Assim como Matheus e Mikael, Rander é discente do curso de Bacharelado em Ciência da Computação da UTFPR-SH, atuando como voluntário no Programa Institucional em Iniciação Científica e Tecnológica ( PIVICT).

Figura 1. Os mais novos integrantes da equipe do FEBR: Matheus, ao fundo, Mikael, à frente, e Rander, à direita. Ao centro, Alessandro, coordenador do FEBR. Figura 1. Os mais novos integrantes da equipe do FEBR: Matheus, ao fundo, Mikael, à frente, e Rander, à direita. Ao centro, Alessandro, coordenador do FEBR.

Com a entrada desses três novos membros na equipe, os dados do repositório passarão por uma ampla revisão e verificação de consistência. Isso trará mais qualidade e confiança para o FEBR. O compartilhamento imediato desses dados revisados alavancará novas pesquisas em ciência do solo. Permitirá também otimizar o uso dos recursos públicos, principalmente pela eliminação de esforços duplicados de compilação e revisão de dados. Isso será de extrema importância, por exemplo, no contexto do Programa Nacional de Levantamento e Interpretação de Solos do Brasil, o PronaSolos.

E pra você, discente do curso de Bacharelado em Agronomia da UTFPR-SH, que só ficou sabendo do FEBR agora, ou que já o conhecia, e quer fazer parte da nossa equipe, mas não sabe como, nós temos uma dica pra você! Envie-nos uma mensagem de e-mail com o assunto “novo membro” e diga-nos porque quer trabalhar no FEBR. Até o final do mês de novembro de 2018 nós selecionaremos dois novos integrantes para nossa equipe.

Matheus Ferreira Ramos
Matheus Ferreira Ramos
Bolsista de Iniciação à Extensão
Alessandro Samuel-Rosa
Alessandro Samuel-Rosa
Professor Adjunto

Meus interesses de pesquisa incluem otimização amostral, geoestatística e aprendizado de máquina, e dados abertos do solo.

comments powered by Disqus

Relacionados